Aplicativos Mobile, pra que servem?

Aplicativos Mobile, pra que servem?

Celulares, tablets… Android, IOS, WindowsPhone! Tudo isso ainda é novo, mas está tão presente no nosso dia-a-dia que parece até que já nascemos com a presença deles, e por isso não conseguimos ficar sem!

As facilidades propostas por esses devices têm nos criado uma certa dependência, que precisa sim ser gerenciado melhor por algumas pessoas que vivem o digital e deixam de viver verdadeiramente, porém, com bom senso, são excelentíssimos aliados na evolução do mundo.

E com a crescente utilização desses acessórios, ele se torna uma janela importante para a comunicação com quem quer que seja, independente da idade, credo, classe social, localização, interesse, etc.

Ai entram os famosos “apps”, sigla dada para os aplicativos, termo mais comumente usado quando tratado de versões mobile, que são software (programas digitais) que quando acionados rodam uma programação.

Uber, iFood, WhatsApp, WeChat, Waze são alguns dos exemplos que podemos dar para apps mobile, que quando acionados, executam a ação, seja abrir uma plataforma para pedido de comida, pedir um carro para transportá-lo, ou mesmo para mandar uma simples mensagem à um amigo.

Uma questão que deve ser sempre discutida é, meu negócio pode ser inserido nesse mundo?

Números confirmam que apps, quando instalado pelo usuário, o aproxima 70% da marca, podendo haver comunicação diária, além de seu logotipo estar constantemente estampado na tela, criando uma familiarização poderosa do consumidor com seu marca em termos de branding. Sem contar que é possível se vender pelos apps, divulgar novidades, fidelizar.

19 de maio de 2017

« »
Ver todas as postagens